Dia Mundial da Educação - Iniciativas para Formação de Docentes na FGV Direito SP

Hoje, dia 28 de abril, é comemorado o Dia Mundial da Educação. A data foi instituída há 22 anos por líderes de 164 países – incluindo o Brasil – e simboliza o compromisso dessas nações com o desenvolvimento da educação até 2030. Celebrada desde 2000, a data foi instituída na cidade de Dakar, no Senegal, durante o Fórum Mundial de Educação.


As nações assinaram um documento, nomeado “Marco de Ação de Dakar, Educação para Todos: Cumprindo Nossos Compromissos Coletivos”. A declaração apresenta seis metas que foram firmadas e deveriam ser seguidas pelos países concordantes:

  1. Expandir e melhorar o cuidado e a educação da criança pequena, especialmente para as crianças mais vulneráveis e em maior desvantagem;

  2. Assegurar que todas as crianças, com ênfase especial nas meninas e crianças em circunstâncias difíceis, tenham acesso à educação primária, obrigatória, gratuita e de boa qualidade até o ano 2015;

  3. Assegurar que as necessidades de aprendizagem de todos os jovens e adultos sejam atendidas pelo acesso equitativo à aprendizagem apropriada, a habilidades para a vida e a programas de formação para a cidadania;

  4. Alcançar uma melhoria de 50% nos níveis de alfabetização de adultos até 2015, especialmente para as mulheres, e acesso equitativo à educação básica e continuada para todos os adultos;

  5. Eliminar disparidades de gênero na educação primária e secundária até 2005 e alcançar a igualdade de gênero na educação até 2015, com enfoque na garantia ao acesso e o desempenho pleno e equitativo de meninas na educação básica de boa qualidade;

  6. Melhorar todos os aspectos da qualidade da educação e assegurar excelência para todos, de forma a garantir a todos resultados reconhecidos e mensuráveis, especialmente na alfabetização, na matemática e em habilidades essenciais à vida.

Para celebrarmos essa data comemorativa, o Conselho Editorial deste blog compilou algumas iniciativas de formação de docentes da FGV Direito SP para que as(os) interessadas(os) possam acessar os materiais e se informar sobre os cursos e atividades disponíveis nos sites da FGV.

Formação Docente para Professores de Direito

  • A disciplina Formação Docente para Professores de Direito destina-se a professores desta área que desejam qualificar a sua atuação docente. Tomando por ponto de partida diferentes visões de ciência e Direito, a disciplina aborda temas como desenho de curso, relação de disciplinas na grade e características de diferentes propostas metodológicas. Apresenta também os diferentes métodos de ensino participativo – método caso, diálogo socrático lato sensu e stricto sensu, simulação, role play e Método Baseado em Problemas (PBL) –, além de discutir as suas aplicações práticas.

  • Acesse o curso gratuitamente aqui.

Prêmio Esdras de Ensino do Direito

  • Como forma de reconhecer práticas de ensino jurídico participativo em todo o país, a FGV Direito SP criou o Prêmio Esdras Borges Costa de Ensino do Direito. O Prêmio Esdras destina-se a professores que lecionam disciplinas jurídicas em cursos de Direito ou disciplinas jurídicas em cursos de outras áreas de conhecimento no Brasil, tanto de graduação quanto de pós-graduação ou em cursos de curta duração oferecidos por instituição de ensino superior. O prêmio abrange qualquer atividade de ensino participativo que tome o(a) aluno(a) como o(a) principal agente de sua própria aprendizagem.

  • Inscrições abertas para a 4ª edição! Mais informações neste link.

Ensino Jurídico Participativo

  • O Banco de Materiais de Ensino Jurídico Participativo é um projeto da FGV Direito SP e reúne um acervo de notas de ensino e casos didáticos em um único lugar. Ele atende a quem deseja aplicar atividades participativas em cursos jurídicos ou se inspirar para conceber suas próprias dinâmicas de ensino.

  • Confira as coleções de atividades gratuitamente neste link.

Centro de Ensino e Pesquisa em Inovação (CEPI)

  • O CEPI resulta de uma experiência de 10 anos em ensino e pesquisa na FGV Direito SP. Ele surgiu a partir da fusão do Grupo de Ensino e Pesquisa em Inovação (GEPI), braço da escola dedicado ao debate sobre a relação entre o Direito e novas tecnologias, com o Núcleo de Metodologia de Ensino (NME), braço dedicado à formação docente, metodologia de ensino e ao desenvolvimento de estratégias de ensino para habilitar os alunos às exigências profissionais do século XXI.

  • As atividades do CEPI visam promover, dentre outros, a expansão da inserção de debates sobre o Direito e novas tecnologias nos currículos de cursos jurídicos de graduação e pós-graduação e a intensificação dos impactos gerados pelas pesquisas realizadas dentro da FGV Direito SP.

  • Além de diversos projetos de pesquisa sobre Direito e Tecnologia, o CEPI conta com linhas temáticas que estudam, dentre outros, o ensino participativo virtual, a docência em Direitos Humanos e Teoria do Estado, a formação de educadores em Direitos Humanos Digitais e a investigação sobre as habilidades e competências do profissional do futuro, principalmente dentro do Direito.

  • Mais informações sobre o CEPI e os projetos de pesquisa e ensino neste link.